Triste lembrança do tempo de criança

Por Fernando da S. Santos

Eu era bem menino ainda quando ouvia as primeiras notícias de um acontecimento que tinha passado pela cidade. Lembro-me como eram grandes os comentários quando ainda eu era uma pobre criança que não sabia de que se tratava.

Hoje só me resta a lembrança deixada por meus avós e por meus tios, que na época, puderam presenciar as lindas paisagens e os belos olhos dágua que existia no morro da pequena cidade de São José dos Basílios no interior de meu Maranhão.

Para alguns, pode até não ser algo importante, pois pode-se perceber ao conversar com pessoas mais idosas da comunidade que nada foi feito por acaso. Pude entender como foi realizado tal fato inexplicável. É mais que provado que foram pessoas sem pensamento, que se deixaram levar pelo o dinheiro.

Minha mãe recorda dos momentos que vivenciou quando criança, desde o tomar banho puxando o balde de água na corda, até o lavar a roupa nas pedras vermelhas tingidas pela a natureza, e das muitas brincadeiras feitas na pequena mata verde, que para poucos foi significante.

Já a minha avó recorda de todos os olhos dágua existente, pois a mesma vivenciou acontecimentos inexplicáveis naquele local, que na época era a atração do interior como não se tinha um local de lazer, o importante era se divertir, brincar e observar cuidadosamente cada pássaro que por ali cantava e fazia ninho.

Dentre muitas historias e varias lembranças, o morro que hoje desperta um nó de injustiça é o mesmo que deixou sua lenda marcada por um rol de acontecimentos espontâneos que foram vividos, segundo a mesma, por um senhor chamado José Basílio, a qual a ele foi dado em homenagem o nome do município.

De imediato venho a me perguntar. Por que fizeram tudo isso? Será que não pensam no futuro? Ou porque não nasci num período em que pudesse deleitar-me de tanta beleza? Só que aos poucos me conformo, e vem em minha mente à idéia de que poucos sabem dar valor ao que tem não pensando no que poderá vir amanhã.

Hoje só me resta a triste lembrança do meu tempo de criança, pois não pude nem se quer passear pela floresta e até mesmo beber da humilde fonte que jorrava água cristalina em meio às pedras avermelhadas.

Anúncios

Sobre São José dos Basílios

A equipe de autores deste blog são os(as) pacato(as) cidadãos(ãs) de São José dos Basílios que moraram/moram na cidade, mas que vivem inconformados com os desmandos que ocorrem na sociedade local, temos a pretensão de ser advogados do povo desfavorecido e que oferecem este espaço para informar os leitores locais, maranhenses e brasileiros sobre atualidades locais e regionais, fatos noticiosos que geralmente não são divulgados na grande mídia do clã Sarney.
Esse post foi publicado em Cidade, Início - Principal e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s